Como amenizar os riscos ecológicos que uma piscina pode causar?


Apesar da diversão e boa decoração que uma piscina pode proporcionar, ela também pode causar alguns danos ao nosso ecossistema, além de riscos biológicos e físicos.

Para evitar e diminuir alguns destes impactos na natureza é preciso ter consciência de que temos que ajudar da melhor forma possível.

O consumo e desperdício de água é um dos temas mais comentados no momento. E como ter uma piscina nos dias de hoje, sem prejudicar ainda mais nosso planeta?

Para minimizar o risco ecológico, devemos seguir alguns procedimentos:

-Equipamentos e Suplementos Reciclados; é preciso ter atenção quanto às ferramentas de manutenção. Elas podem ter componentes de substituição, ou até mesmo você pode utilizar materiais reciclados para a substituição de algumas peças. Assim evita-se que estas peças sejam descartadas no meio ambiente, diminuindo a poluição. Você ainda pode levar as peças que não podem ser reutilizadas ou recicladas, para um revendedor de sucata, para que ele possa fazer melhor uso dela, do que simplesmente jogá-la no lixo.

-Utilização de tinta; tenha em atenção que deve utilizar tintas com baixos níveis de compósitos voláteis orgânicos para proteger a qualidade do ar. Se precisar pintar sua piscina ou arredores, pesquise as melhores tintas para cada tipo de superfície e escolha sempre as que menos possam prejudicar a qualidade de seu ambiente de lazer e claro, nosso ecossistema.

-Redes de Skimmer; as ferramentas de manutenção geralmente têm componentes de substituição. Reutilizar materiais que possuímos em casa é uma boa opção, como por exemplo, utilizar uma meia calça como filtro, já que é um material resistente e de boa qualidade para reter certos dejetos. Limpe o Skimmer periodicamente através da tampa superior, bem como a zona de transbordo, pois é neste espaço que os resíduos de maior porte se acumulam.

-Drenagem da água; devem-se aproveitar as épocas de chuva e tempestade, para não drenar totalmente a água de sua piscina, podendo assim captar essa água de chuva e realizar o tratamento e a filtragem desta água, que a torna tão boa quanto à água que sai de sua torneira.

-Limpeza da piscina; quando a água é drenada, ela é levada para um curso de água natural, portanto não se devem utilizar detergentes químicos para limpar a piscina. Á água descartada com produtos químicos muitas vezes é jogada fora sem qualquer cuidado contaminando os lençóis freáticos a cada substituição, podendo assim, contaminar outros cursos de água e isso é muito prejudicial à saúde humana. Caso contrário seria preciso um elevado tratamento.

-Manutenção da piscina; todos os meses deve realizar um exame ambiental à sua piscina, inspecionando toda sua área e seus equipamentos. Os perigos químicos já podem ocorrer com maior frequência devido ao mau funcionamento dos equipamentos de tratamento de água ou por falta de prática do operador no tratamento da água.

-Tratamento da água; o tratamento deve ser feito continuamente com a utilização de produtos químicos, como o cloro, que controlam o PH da água e também a filtragem desta água




Nos dias de hoje, uma casa com piscina é cada vez mais valorizada no mercado imobiliário. Mas é preciso ter em mente que não precisamos apenas de conforto e lazer, aliás, não podemos ter essas dádivas, se não cuidarmos de nosso ecossistema.

A Piscinas Planalto tem o objetivo de dar um banho em seu lazer, sempre com a consciência de orientar seus clientes no melhor uso de seus equipamentos, para evitar quaisquer danos ao nosso planeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário