Como testar a água da piscina?




Para possuir uma piscina em casa é preciso entender acima de tudo, que a manutenção é uma das tarefas mais importantes. E fundamental para manter uma piscina saudável e cristalina é ter sempre o Cloro e pH em níveis ideais.

O Cloro é o que mantém a água saudável eliminando bactérias e outros microrganismos que potenciam algumas doenças variadas. 

Os níveis de Cloro e pH devem ser medidos regularmente para uma água livre destes microrganismos e bactérias.

O pH (Potencial Hidrogeniônico) é o que influencia em praticamente todas as reações químicas que ocorrem na piscina. O controle do pH confere aos banhistas maior conforto na água evitando irritações, como nos olhos e mucosas, por exemplo. Os níveis de pH da água também devem ser medidos regularmente para maior conforto e limpeza da água.

No Brasil, a medição do Cloro e pH de uma piscina é, na maioria das vezes, feita através de um “Kit de Teste” encontrado em todas as lojas especializadas em equipamentos para piscinas.

O kit de teste é um estojo, que dentro possui alguns equipamentos como; um recipiente com dois tubos coletores de água e dois frascos com reagentes, cada um para testar um dos componentes, o Cloro e o pH.



Mas é preciso ter cuidado em relação ao kit de teste. Cuidados com o manuseio e armazenamento, guardando o kit em um local arejado, ao abrigo da luz e calor e claro, fora do alcance de crianças e animais. É preciso lavar o recipiente com água corrente antes e após a medição com os reagentes.






Outro cuidado importante na hora de se fazer o teste da água da piscina é seguir corretamente as instruções de cada produto, pois cada fabricante possui reagentes com concentrações diferentes, variando então a maneira de medir a água. Mas seguindo as instruções corretamente é simples realizar o teste.

Para realizar o teste é preciso seguir os seguintes passos:
  • Encha os tubos contidos em seu kit de teste com água da piscina
    • É recomendado colocar os tubos de cabeça para baixo até 30 cm abaixo da superfície da água e depois virar o tubo, coletando assim a água da piscina.
  • Remova o excesso de água do recipiente.
  • Adicione a quantidade de gotas especificada do reagente amarelo (orto-tolidina) para a medição do Cloro.
    • É importante seguir as instruções do fabricante quanto à quantidade de gotas a ser aplicada na água da piscina.
  • Adicione a quantidade de gotas especificada do reagente vermelho (vermelho fenol) para a medição do pH.
    • É importante seguir as instruções do fabricante quanto à quantidade de gotas a ser aplicada na água da piscina.
  • Tampe os tubos e agite-os até que a solução fique homogeneizada.
  • Compare a cor obtida nos tubos com a escala ao lado de cada um deles.
  • Com a ajuda da escala padrão identifique se a água está no nível correto.
  • Para o Cloro, o nível ideal é de 2 à 4 ppm.
  • Para o pH o nível ideal é de 7,2 à 7,8.

Após fazer a análise da água de sua piscina, é preciso fazer o tratamento químico adequado, caso a água não esteja no seu nível adequado de Cloro e pH.


Como podemos notar, é importante realizar os testes regulares da qualidade a água da piscina, e este procedimento não é nenhum "bicho de sete cabeças", pelo contrário, é um procedimento bem simples e rápido de se fazer.

Falaremos em outros artigos sobre o procedimento a ser seguido depois de testar a qualidade da água da piscina, caso seja identificado que é preciso realizar algum tratamento químico.

Por enquanto ficamos por aqui, neste artigo. Caso não queira se preocupar com o controle de Cloro e pH de sua piscina, fale com a Piscinas Planalto. Nós podemos ajudá-lo, e evitar que você tenha preocupações na hora de utilizar sua piscina.

Entre em contato conosco pelos telefones (31) 34414314 / (31) 998367478  WhatsApp / (31) 988118299 ou entre em nosso site www.piscinasplanalto.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário