Conhecendo os esportes aquáticos – Salto Ornamental

Continuando com nossos artigos sobre os esportes aquáticos, com o intuito de inspirar nossos leitores a praticar esportes que podem começar dentro de nossa própria casa, seguiremos com o esporte aquático salto ornamental.

O salto ornamental é um esporte individual de um conjunto de habilidades que envolvem saltar de uma plataforma elevada ou trampolim em direção à água, executando movimentos acrobáticos e estéticos durante sua queda.
Sua história tem origem grega, praticada pelas comunidades litorâneas, onde a população saltava de rochedos, mergulhando em lagos, rios e mares. Já nesta época buscava-se mais emoção ao mergulharem na água. Inicialmente uma atividade recreativa, até que migrasse para o norte da Europa, no século XVII, utilizando a técnica como treinamento para a ginástica, popular como esporte e preparação militar.
Com o tempo a aparelhagem da ginástica começou a ser utilizada para auxiliar nos saltos. E o mais importante destes aparelhos foi o trampolim, que além de auxiliar no pulo ainda impulsionava o atleta para um salto maior. E com o sucesso da prática, surgiram as primeiras competições da categoria no ano de 1883. Em 1901 foi fundada a Associação Amadora de Saltos, dando um caráter esportivo à prática destes saltos. Ao entrar para a Federação Internacional de Natação, foi incluída nas Olimpíadas de Saint Louis em 1904.
Desde então, suas regras foram sendo alteradas para que agradasse ao público que assistia às apresentações. Inicialmente apenas os homens podiam praticar o esporte, sendo incluindo a presença feminina no ano de 1920.
É considerada uma das provas mais bonitas das olimpíadas. Nas provas, os atletas saltam de alturas de 3 metros a 10 metros, realizando acrobacias com alto grau de dificuldade. As avaliações são feitas cuidadosamente por sete juízes, que atribuem notas de 0 a 10. São considerados três saltos de cada atleta, e os piores e melhores saltos são descartados, ficando apenas a nota do salto classificado como mediano.










Para a prática do esporte, é exigido do atleta enorme elasticidade, coordenação e equilíbrio nas manobras, além de força, audácia, coragem e concentração. Os saltos podem ser: para frente, para trás, reversos, para dentro, parafusos e equilíbrio do braço. Algumas posições básicas do corpo são obrigatórias, como: grupada (salto com joelhos juntos e corpo dobrado), esticada (corpo reto), livre (combinação das posições básicas), carpada (pernas retas e corpo dobrado).
No salto ornamental os competidores devem executar o salto mais perfeito possível. Culturalmente, os saltos ornamentais estão presentes na vida de várias pessoas, principalmente as pessoas que possuem uma piscina de fácil acesso para a prática do esporte ou lazer.

Inspire-se nos esportes aquáticos. Comece a praticar um dos esportes aquáticos. Com uma piscina em casa, você pode treinar enquanto se diverte. Consulte os projetos da Piscinas Planalto em nosso site www.piscinasplanalto.com.br e entre em contato conosco pelo telefone (31) 34414314.

Nenhum comentário:

Postar um comentário